sexta-feira, maio 6

De pensamento em pensamento

O bom que têm estas coisas da blogosfera é que convidam à participação, mesmo daqueles que não conhecemos. Folgo em saber que tenho novos e, adivinho desde já, bons leitores, em parte por via de um outro, esse, sim, assíduo desde a primeira hora! Agora, viro-me para os pensamentos, aqueles que poderiam ter sido da autoria de qualquer um de nós mas não o são porque alguém se lembrou deles primeiro... Depois dos mandamentos que estão aí abaixo, aqui ficam umas dicas que podem fazer-nos pensar. Começo por uma frase que um novel leitor, igual a mim na dedicação aos que têm quatro patas, me deixou num comentário.
- Os cães são seres humanos, só que inocentes, Cynthia Heimel:
- O traje de um homem indica aquilo que faz; a maneira como caminha, aquilo que ele é, Eclesiastes
- Não abandonem um velho amigo, que os novos valem sempre menos, idem
- Obra que em meio ficou não precisa envelhecer para ser ruína, José Saramago
- É o cão vadio que encontra o velho osso, Mia Couto
- Se queres ver de noite, passa os olhos pela água em que o gato lavou os olhos, idem
- O poder da observação precisa é vulgarmente chamado de cinismo por aqueles que não o possuem, Bernard Shaw.

É óbvio que tenho um caderninho, não vermelho como o do Paul Auster, em que aponto palavras sábias como estas. Conto convosco para engrossar a lista. Ainda há muitas folhas em branco…

2 Comments:

Blogger JRD said...

Sendo assim, aqui vão mais três:
"Um cínico é aquele que logo que sente o cheiro a flores, procura o caixão". Henri L. Mencken
"Todo o homem decente se envergonha do governo sob o qual vive". Idem
Primeiro apure os factos. Depois pode distorcê-los à vontade". Mark Twain
e + uma
"Bom fim de semana". JRD

7/5/05 2:52 da tarde  
Blogger Amor Maior said...

Aqui vai a minha participação, que me deixaram no meu blog:

"Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida"

9/5/05 4:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home